Profissões do Futuro em Ciências Exatas

24-12-2019

As profissões do futuro na área das ciências exatas

Já pensou quais serão as profissões do futuro? Na área de exatas, ao mesmo tempo em que se teme o fim de algumas atividades, outras começam a ganhar mais força, e tantas novas ainda estão por surgir. Neste artigo vamos falar sobre como deve ser o mercado de exatas no futuro.

Profissões do Futuro: 70% das crianças terão trabalhos que ainda nem existem

 

Você gosta de ciências exatas? Nós também! Gosta de tecnologia, previsões e tendências de mercado? Que coincidência, nós também!

 

A beira de uma nova Revolução Industrial, que de tão imprevisível, nos leva a justamente tentar prever os futuros acontecimentos, o fim de algumas profissões e o crescimento de outras se torna uma pauta constante.

Na área das ciências exatas isso não é diferente. Até porque, muitas de suas disciplinas são as próprias responsáveis por todas essas mudanças que vão e já estão acontecendo.

 

Porque novas profissões de exatas vão surgir?

O avanço da robótica, conceitos como Inteligência Artificial, Machine Learning e IOT (a famosa internet das coisas), assim como o 5G, estão entre os grande responsáveis por isso tudo. Em resumo, a internet ficará cada vez mais veloz, integrada a cada vez mais objetos, ao mesmo tempo em que as máquinas e softwares serão capazes assumir a responsabilidade de construir novas versões de si mesmos, apresentando avanços gigantescos.

 

Com isso, profissões na área de exatas (ou qualquer outra) que existem hoje, podem ser substituídas por automações, softwares ou até mesmo robôs. Nesta mesma leva, alguns cargos passam a ganhar cada vez mais força, e outros novos serão criados. Um exemplo disso é a previsão da Page Group, que diz que 70% das crianças de hoje terão profissões que ainda nem existem.

 

O que pode mudar no mercado de trabalho com as profissões do futuro?

Além do surgimento de novas profissões, uma nova maneira de trabalhar enxergar o trabalho está surgido. Questões como propósito e impacto social e ambiental são vistos como fundamentais para as novas geração. Não à toa, algumas das atividades apontadas nesta lista como tendência, seguem bem esta linha.

Outros pontos importantes estão na globalização da concorrência, tendência cada vez mais presente no nosso dia a dia, e na flexibilidade da jornada de trabalho. Em outras palavras: assim como nossos concorrentes podem estar em todos os lugares, nós também poderemos estar, trabalhando remotamente e com horários menos rígidos.

 

Algumas profissões de exatas vão acabar?

Talvez sim. E algumas pesquisas já indicam até data! É o que se diz de analistas financeiros, contadores e alguns outros. Mas essa é uma questão muito delicada. Primeiro, porque, não temos como prever o andamento de todas as mudanças, e a grande questão é que elas tragam novos destinos que ainda nem foram traçados. Segundo, porque esse tipo de pesquisa é feito levando em conta países muito mais desenvolvidos que o Brasil. Ao que tudo indica, a tendência é termos tarefas mais automatizadas, para podermos ser úteis no que exige pensamento.

Um ponto interessante nessas previsões de apocalipses de profissões, é a presença dos Engenheiros de Software em algumas listas. Justamente um dos cargos que mais contribui para toda essa revolução digital. O que se diz que os softwares serão capazes de gerar softwares, e com isso, os profissionais passaram a se portar mais como analistas de negócios, organizando o trabalho destes programadores virtuais. Assim sendo, vale lembrar aquela máxima que aprendemos na escola: na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma!

 

Qual será o futuro?

Eu prevejo um casamento! E uma viagem inesperada.

 

Bom, nos desculpem a piada, mas é que é meio impossível falar de futuro sem fugir dos clichês. Um deles aquele que diz que “o futuro já começou”. Por sinal, é a mais pura verdade.

A maioria das profissões aqui apontadas já existem, ou pelo menos não são assim uma novidade. Mas todas elas são apontadas em estudos como grande potencial em curto, médio e longo prazo.

 

Quais profissões do futuro estarão em alta na área de exatas:

 

Big data (Cientista de Dados)

Hoje em dia, tudo é transformado em dados. No mundo dos negócios e profissões, os Cientistas de Dados são os responsáveis por analisar aquela montanha virtual de informações geradas por softwares e aplicativos. De certa forma, são eles que fazem tudo isso ter valor de mercado. Entre suas tarefas está encontrar (e definir meios de), organizar e tratar os dados de um sistema ou banco, buscando descobrir insights e oportunidades. Um exemplo: sabe quando você acessa um site de compras, e na página de um produto tem indicações do tipo “você também vai gostar de”? Pois então, foi um Cientista de Dados que analisou milhares de outras compras para descobrir as sugestões que mais poderiam te interessar.

 

Desenvolvedores de softwares

Os Desenvolvedores de Software são apontados por diversas pesquisas entre as profissões em alta no futuro. Afinal, já que estamos vivendo a era da transformação digital, alguém precisa programar tudo isso. Um dia, pelo que se diz, softwares farão softwares, mas será preciso de uma equipe bem grande para criar esta mudança e organizar suas funções. E mesmo assim, seus conhecimentos seguirão sendo importantes, principalmente para os profissionais que buscam constantemente por novos aprendizados e acompanham as reinvenções do mercado.

 

Engenheiro ambiental 

Lembra que falamos que propósito e o impacto ambiental serão cada vez mais valorizados? Neste caminho (mas não só nele), a profissão de Engenheiro Ambiental deve continuar em alta no mercado. Este profissional é responsável por reduzir – ou eliminar – os impactos das atividades humanos no meio ambiente, preservando nossos recursos naturais e até mesmo nossa saúde.

 

Gestão de Resíduos

Na mesma linha do Engenheiro Ambiental, podemos destacar o Gestor de Resíduos. Este profissional é responsável por minimizar os resíduos gerados por uma empresa, mas também por buscar reaproveita-los de outra maneira. Com isso, sua atividade se torna fundamental não só para o planeta, mas também para as próprias empresas, que têm nele um aliado para reduzir gastos e até mesmo criar novas possibilidades de lucro.

 

Energias renováveis

Ainda no quesito sustentabilidade, vale destacar os especialistas em Energias Renováveis. São eles os responsáveis por planejar, operar e realizar a manutenção de sistemas que envolvem energias renováveis. A operação em energias já reconhecidas, como a eólica, solar e hidráulica, e até mesmo a busca por novas fontes renováveis e sustentáveis, devem ganhar cada vez mais importância.

 

Quais as profissões do futuro na área de exatas:

 

Analista Quantum Machine Learning

Serão (e já são) responsáveis por pesquisar e desenvolver soluções para aumentar a velocidade e performance de sistemas e algoritmos, usando estes dois conceitos super fáceis (leia em tom de ironia) de explicar: física quântica e machine learning.

 

Hacker do Bem

Não é exatamente um Mr. Robot (quem olha o seriado vai entender), mas estes profissionais são responsáveis por buscar falhas no sistema, buscando aumentar sua proteção. Essa prática já existe, mas deve se tornar mais comum.

 

Cloud Computing

Com os dados armazenados em nuvem, a necessidade de um especialista neste ramo se torna cada vez mais latente. Um arquiteto de cloud é responsável por organizar e otimizar estas estruturas em nuvem. Garante um funcionaento eficiente e seguro, respeitando as necessidades de empresas, clientes e usuários.

 

Detetive de Dados

Este é com certeza o nome mais charmoso da lista. E a atividade também é bem interessante. Vasculhar o big data, fazendo cruzamentos e análises, para detectar inconsistências, fraudes, comportamentos estranhos ou ilegais; e também para aumentar a assertividade das ações de uma empresa ao vender seus produtos.

 

Edge Computing

O objetivo do Edge Computing é multiplicar a capacidade e agilidade no processamento de dados em nuvem. Ele aproxima o armazenamento e processamentos de dados à sua fonte (ou software). De uma maneira mais grosseira, é o que permite que informações (como fotos, arquivos, vídeos, etc) carreguem mais depressa em aplicativos e sites.

 

Arquitetos e Engenheiros 3D

Com o avanço das impressoras 3D, novas possibilidades mercadológicas surgiram rapidamente. Hoje, e isso não é novidade pra ninguém, é possível construir casas e prédios inteiros utilizando este tipo de equipamento. E com muito mais agilidade! Assim, inevitavelmente, cresce a necessidade de Arquitetos e Engenheiros especializados neste tipo de empreendimento.

 

Desenvolvedores de Dispositivos Wearables

Dispositivos Wearables são aqueles equipamentos com algum tipo de conexão ou tecnologia digital. Entre eles, os famosos smartwatches e óculos de realidade aumentada. O interessante é que este é só o começo de uma nova revolução. A tendência é que esse tipo de tecnologia se espalhe para diversos outras coisas “vestíveis”, como capacetes, tênis e até mesmo camisetas. Com, isso cresce a necessidades de profissionais especializados no desenvolvimento de produtos, softwares, hardwares, análises de dados, pesquisas, e por aí vai.

 

Como encarar o futuro que nos espera?

A profissões do futuro também não deixam de ser um dos ASSUNTOS do futuro, já que despertam tanto fascínio e curiosidade. Conforme as tecnologias evoluem, surgem novas especulações. O importante é se manter atualizado e buscar sempre novos conhecimentos. Assim você consegue surfar a onda e criar novas possibilidades para sua carreira.

Conte pra gente: você está preocupado ou empolgado com sua futura profissão? O que pretende fazer quanto a isso? Algum outro palpite de carreira do futuro? Escreva nos comentários, vamos adorar ler!