O que é Nanotecnologia

23-01-2020

O que é nanotecnologia: como ela influencia o mercado

Você sabe o que é nanotecnologia? Neste post vamos te ajudar a entender o conceito e explicar como ela influencia o mercado de trabalho atual e no futuro.

 

A gente já escuta sobre nanotecnologia faz muito tempo. Mesmo assim, o tema ainda parece algo muito mais relacionado ao futuro do que ao presente. Mas ela já está por aí, nos produtos do nosso cotidiano. E sua evolução promete trazer avanços inimagináveis para o mercado e as profissões do futuro.

 

O que é nanotecnologia:

A nanotecnologia é a tecnologia na escala dos átomos e das moléculas. Ela projeta, desenvolve e manipula produtos e processos que medem entre 1 e 100 nanômetros.

Aqui vão algumas informações para você ter uma ideia do tamanho que estamos nos referindo:

Ou seja, estamos falando de uma tecnologia que consegue construir produtos átomo por átomo. Se você considerar que existem mais átomos em um copo d’água do que copos d’água em todos os oceanos da terra, vai ficar com os cabelos ainda mais em pé.

Sua aplicação nos permite construir componentes menores do que uma célula humana. Mas sua importância não está apenas no tamanho, e sim no que isso proporciona: produtos mais mais velozes, com mais capacidade, mais inteligência e segurança.

 

Como a nanotecnologia é aplicada

 

Hoje, a nanotecnologia já é aplicada em diversos mercados. Muitos produtos que a fazem parte do nosso cotidiano foram desenvolvidos usando este tipo de metodologia Neste vídeo do Canaltech, você confere 5 invenções que contém nano componentes e fazem parte do nosso cotidiano

 

 

Entre os exemplos do vídeo, você encontra produtos e componentes que vêm sendo utilizados para o tratamento do câncer, produzir sprays impermeabilizantes e até escovas de dentes (assista para saber por que). Isso por si só já nos da uma base do quão abrangente é a nanotecnologia. Abaixo vamos apontar os campos em que ela já é utilizada.

 

  • Alimentos: utilização de nanopartículas de argila para conter gases em garrafas leves
  • Cosméticos: produção de cremes hidratantes com nanopartículas que penetram mais profundamente
  • Biomedicina: criação de materiais bioabsorvíveis, que nosso organismo absorve sem rejeição, assim como na criação de ossos sintéticos que podem substituir os naturais
  • Eletrônicos: desenvolvimento de produtos menores e com maior capacidade de armazenamento e até mesmo flexíveis
  • Informática: produção de chips e dispositivos de armazenamento de dados menores e com mais capacidade, que proporcionam também a redução (e melhorias) de produtos eleterônicos
  • Medicina: como no uso de nanotecnologia no desenvolvimento de medicamentos e no tratamento do câncer, através terapia fotodinámica
  • Meio Ambiente: no uso de células solares mais potentes para melhor aproveitamento de energia solar e também na utilização de nanofiltragem para obter água potável
  • Vestuário: produção de fibras capazes de criar tecidos impermeáveis, “à prova” de manchas, rugas e até mesmo ação bacteriana

 

Futuro da nanotecnologia:

Lembra que falamos que a nanotecnologia atua em uma escala entre 100 e 1 nanômetro? Pois então, hoje, na informática, já existem empresas que trabalham com núcleos entre 10 e 7 nanômetros. Mas o que se diz é que no futuro irão utilizar componentes menores do que 5 nanômetros, talvez até mesmo 1. Isso faz com os resultados surjam em níveis exponenciais.

Além disso, segundo a Superinteressante, existe a “promessa” de se iniciar a montagem de computadores que usam moléculas no lugar de chips. O que os fariam funcionar como nosso cérebro, que nada mais é do que um “computador” molecular.

Outra possibilidade, agora no setor de construção, é a nanoengenharia de aço, concreto, asfalto e outros materiais. I que contribuiria com soluções mais resistentes e duráveis. Já na medicina, o canal Techtudo ainda aponta a possibilidade de otimizar os efeitos dos remédios, que iriam diretamente para onde são necessários dentro do corpo.

 

Quero trabalhar com isso

Como apontamos anteriormente, a nanotecnologia pode ser aplicada em diversos campos. A maioria dos profissionais que atuam nesta área são formados em cursos ligados às ciências exatas ou biológicas, assim como as engenharias, biomedicina e ciências da computação.

Já existe a possibilidade de estudar Nanotecnologia na faculdade. Porém, o mais comum é encontrar especializações, pós graduações e mestrados. Se você tem interesse na área, deixamos o convite para conhecer nosso Guia de Profissões nas Ciências Exatas.