o que é skills

08-07-2020

O que são Skills: Significado e Como informá-las Corretamente no Currículo

Você sabe o que são Skills? Entenda o significado e aprenda porque identificar as suas pode fazer toda a diferença no início da carreira.

 

Ao iniciar nossa vida profissional, ou mesmo universitária, nos deparamos com um desafio que consegue ser especialmente “chato” e importante ao mesmo tempo: organizar o currículo.

Uma das informações que não pode faltar, são as tais skills. Você sabe o que é isso? Ou melhor, consegue nos listar as suas?

No post de hoje vamos explicar o que é uma skill, quais os tipos, e como informar isso no seu currículo. Vamos nessa?

 

O que é uma Skill?

Traduzindo do inglês, uma skill significa uma habilidade, competência, aptidão, ou qualificação.

Ou seja, uma skill é uma característica ou conhecimento que você possui, que te permite concretizar determinada tarefa com sucesso ou certa facilidade.

No mercado de trabalho, elas ajudam a definir quem você é e do que você é capaz. Por isso são tão importantes em seu currículo.

O desafio está em entender que existem diferentes tipos de skill (falamos delas logo abaixo), e que, para cada uma delas, há uma maneira mais recomendada de utilizar em seu currículo.

 

Quais são os tipos de Skills

Existem dois tipos de skills que são comumente avaliadas por recrutadores em processos seletivos: as soft skills e as hard skills. Pode parecer até papo de RH, mas entender esta diferença pode ser fundamental para encontrar uma vaga de emprego. Isso porque as tais “soft skills” são muito mais difíceis de serem desenvolvidas, e tem muito mais a dizer sobre quem você é.

Vamos explicar a diferença, é bem fácil de entender.

 

Hard Skills

As Hard Skills são as habilidades e competências técnicas que você APRENDE, seja na escola, em um curso profissionalizante, na universidade, ou em qualquer lugar. Normalmente elas são comprovadas por um diploma ou certificação, mas também podem ser adquiridas até mesmo a partir de tutoriais da internet.

Alguns exemplos de Hard Skills:

  • Saber mexer em um determinado software
  • Falar uma língua estrangeira
  • Sua graduação
  • Mestrados e doutorados
  • Os cursos que você fez
  • Alguns conhecimentos específicos e importantes para determinado mercado
  • Qualquer habilidade de informática em geral

 

Soft Skill

Já as Soft Skills estão mais ligadas à quem você é de verdade. São habilidades e competências sociocomportamentais que você tem por natureza, que tem a ver com suas capacidades emocionais, e não necessariamente se aprendem na escola ou em algum curso.

Você até pode desenvolver uma soft skill ao longo da vida/carreira. Mas não é algo assim tão simples que possa ser comprovado ou mensurado em um diploma. Mesmo assim, você pode apresentar as suas (caso as identifique) no seu currículo de maneira criativa. Vamos falar sobre isso nos próximos tópicos. Agora, até para você entender melhor sobre o que estamos falando, aqui vão alguns exemplos de soft skills:

  • Liderança
  • Proatividade
  • Flexibilidade
  • Comunicação
  • Resolução de problemas
  • Resolução de conflitos
  • Ser analítico
  • Trabalhar bem em equipe

 

Como identificar as suas skills

Agora que você já entende a diferença entre soft skill e hard skill, fica mais fácil de identificar e saber o que você deve apontar em seu currículo.

As hard skills você identifica a partir da sua formação, dos cursos que você fez. É importante ter em mente o tipo de vaga/trabalho que você quer encontrar, e dar destaque para aquilo que faz mais sentido e é mais valorizado para tal mercado.

Já em relação as soft skills, a conversa fica um pouco mais difícil. Mesmo as grandes empresas têm certa dificuldade em analisar isso nos candidatos. Mas, para quem está começando, o primeiro passo é entender quais são as mais requisitadas. Neste artigo, você encontra 15 dicas de soft skills que você deve desenvolver, aqui temos as mais requisitadas pelas empresas, e aqui outra lista com as mais requisitadas pelo mercado.

Leia, pesquise, e tente identificar as que combinam com suas características. A busca por autoconhecimento também é fundamental neste quesito. Você pode achar que não tem certa qualidade, e na prática ser diferente. E o mesmo vale para o caminho inverso. Tudo é questão de experiência e vivência.

 

Como informar suas skills no currículo

Assim como falamos antes, é importante fazer uma pesquisa sobre o que é requisitado pelo mercado em questão. Quais são os principais conhecimentos técnicos e quais as principais competências comportamentais.

Use o LinkedIn, ou sites de emprego, e selecione algumas vagas que você tem interesse em participar do processo seletivo. Após este trabalho, analise quais as habilidades técnicas (hard skills) e comportamentais (soft skills) que são solicitadas pelos recrutadores nos textos descritivos. Veja o que aparece em comum em todas elas, e quais as palavras que mais se repetem.

Com este trabalho você já consegue ter uma noção do que deve informar no seu currículo.

 

Onde você faz isso

De maneira geral, as hard skills aparecem nas sessões da sua formação, dos cursos que você fez e da sua experiência profissional. Verifique se as palavras mais requisitadas nas vagas que você pesquisou constam no seu currículo. Isso pode ser interessante até mesmo para decidir se é necessário buscar algum conhecimento que no momento você não tem. Mas as vezes é só uma questão de nomenclatura mesmo. Por exemplo: você pode ter colocado “desenvolvimento de software” nas suas experiências e ter esquecido de citar a linguagem que utiliza.

Já em relação às soft skills, você pode apontá-las no seu descritivo. Selecione as competências comportamentais que melhor te definem (e que são importantes para as vagas que você busca) e as utilize ao longo deste mini texto.

Alguns modelos de currículo têm espaço para você listar suas principais skills. Neste caso, é legal variar entre soft skills e hard skills, seguindo aquela mesma lógica de informar justamente o que é requisitado pelo mercado ou vaga.

 

Você está pensando em desenvolver suas habilidades profissionais? Então que tal ler este post sobre “como se tornar um programador”?

Acesse o Joby e saiba tudo sobre o universo e as profissões de Ciências Exatas.