disciplinas de exatas mercados do futuro

03-03-2020

Pesquisa: disciplinas de exatas são cruciais em 6 dos 7 mercados do futuro

Estudo mapeia as 96 profissões dos futuro e suas principais skills. As disciplinas de exatas são cruciais em 6 dos 7 mercados do futuro.

 

Se você está em dúvida sobre que profissão escolher, vai se interessar pela pesquisa divulgada recentemente pelo Fórum Econômico Mundial. Este post é inteiramente dedicado aos seus resultados, mas aqui vai um spoiler para te segurar até o final da leitura: as disciplinas de exatas serão de grande ajuda para o seu sucesso no mercado de trabalho, pois estão presentes em quase todos os chamados “mercados do futuro”.

Fica nervoso, não! Vem com a gente, vamos explicar tudo bem bonitinho, e sem enrolação.

Todo ano podemos encontrar pesquisas como esta. Aqui mesmo no blog, já falamos sobre profissões do futuro em outra oportunidade. Mas o estudo da vez, intitulado “Jobs of Tomorrow: Mapping Opportunity in The New Economy”, nos chamou atenção pelo fato de que, junto com as listas de “novos empregos” ou “profissões em alta”, também foram apontadas as principais skills necessárias para se destacar em cada mercado.

 

Quais serão os mercados do futuro?

O relatório foi realizado pelo New Metric CoLabs em parceria com cientistas de dados das empresas Burning Glass, Coursera e LinkedIn. Ou, seja, só gente grande participou da análise, o que nos passa uma boa credibilidade quanto suas previsões.

No total, foram mapeadas 96 profissões que estarão em alta no futuro. O estudo separou esta lista em 7 mercados principais:

  • Dados e inteligência artificial
  • Engenharia e computação em nuvem
  • Pessoas e cultura
  • Desenvolvimento de produto
  • Vendas, marketing e conteúdo
  • 
Economia da saúde
  • Economia verde

 

Somados, estes setores devem gerar 6,1 milhões de novos empregos globalmente, até 2022. Separamos aqui alguns dados que achamos interessantes:

  • A “Economia da Saúde” representa o maior percentual, com 36,36% das oportunidades que devem ser criadas
  • As áreas com maior índice de crescimento são “Dados e IA”, “Economia verde” e “Engenharia e computação de nuvem”, todos crescendo mais do que 50% no período

Mas o que mais nos chamou atenção não foi nada disso. Um dos pontos mais relevantes, e que de certa forma passa despercebido por alguns, é a influencia que os conhecimentos em ciências exatas devem exercer nas profissões e nos mercados do futuro.

 

6 dos 7 mercados do futuro exigem conhecimentos de exatas

Como já apontamos, o estudo apontou as principais skills que devem ser exigidas em cada uma destas áreas. Dos 7 mercados que devem se destacar até 2022, apenas a “Economia da Saúde” não tem parte de suas habilidades diretamente relacionados às exatas.

Entre as principais profissões da área, estão ocupações como Transcrição Médica, Assessor de Terapia Física e Auxiliares de Enfermagem. Em todos eles, as skills necessárias estão muito mais relacionadas às particularidades do próprio campo. Ainda assim, a tecnologia está fortemente presente em suas rotinas diárias.

Em todos os outros mercados, o que representa mais de 3,9 milhões de novos empregos, os conhecimentos de exatas são considerados cruciais.

Nas áreas de “Engenharia e computação em nuvem”, “Dados e inteligência artificial” e “Desenvolvimento de produtos”, a relação com as exatas fala por si só. Mas nos outros mercados, a influência também é grande.

 

A Economia Verde e as Skills de Exatas

Quando escutamos “Economia Verde”, o conceito de sustentabilidade nos afasta um pouco das exatas. Mas é bem pelo contrário. Neste setor, que representa 14 dos 96 cargos apontados na pesquisa, a maioria das profissões estão ligadas a alguma forma de engenharia.

Técnicos em sistemas de gás de aterro/metano, Gerente de instalações de energia solar, Especialista de fontes hidráulicas e Engenheiro de energia, entre outros. Para se destacar nestes campos, será necessário desenvolver skills como conhecimentos em turbinas eólicas, instalação solar e Microsoft Power BI.

 

A análise de dados dominando o Marketing e o RH

“Pessoas e cultura”, “Vendas, marketing e conteúdo”, onde estão as exatas nestes mercados? Em toda parte!

 

Já nos dias atuais, boa parte das decisões tomadas neste segmento são baseadas em dados. Principalmente em marketing e vendas. Isso não quer dizer os profissionais criativos não tem mais espaço. Bem pelo contrário. O que acontece é que boa parte dos insights agora vem de um banco de informações. Assim sendo, quem seguir nestas áreas pode apresentar um grande diferencial se tiver conhecimentos em programação e análise de dados.

No caso das “Pessoas e Cultura”, que é formado basicamente por cargos relacionados ao RH, fenômeno parecido acontece. É o método/conceito que o mercado chama de People Analytics (para quem se interessa, recomendamos esta leitura), que basicamente consiste em trazer a tomada de decisão com base em dados para o setor.

 

O outro lado da moeda

Mas existe algo de muito perigoso nessa história toda. Embora os conhecimentos, e cursos, de exatas podem se mostrar grandes diferenciais neste novo mercado que já se desenha, o profissional que abrir mão de habilidades como liderança, comunicação, criatividade e bom relacionamento, estará mais distante dos cargos mais altos.

O próprio estudo levanta esta questão, quando conclui que “embora habilidades em tecnologias disruptivas, como ciência de dados e inteligência artificial, serão críticas para os novos profissionais, o mesmo vale para liderança e capacidade de fornecer aprendizado e desenvolvimento”.

E aí, você prefere as exatas ou as humanas? Independente do lado da força que você estiver, pode gostar de ler nosso artigo com 7 dicas para escolher uma profissão.