Sistemas de Informação

31-07-2020

Sistemas de Informação: curso, profissão e mercado

Entenda sobre Sistemas de Informação, curso, profissão e mercado antes de fazer a sua escolha, além de conhecer as faculdades com melhor pontuação.

 

Há muitos anos os profissionais de Sistemas de Informação têm ampliado sua atuação no mercado.

Com a aceleração da digitalização das organizações, o papel destes profissionais tornou-se ainda mais relevante nas mais diversas empresas, sejam elas de pequeno ou grande porte.

Confira no post de hoje tudo o que você precisa saber sobre Sistemas da Informação, curso, profissão e mercado.

Vamos lá?

 

Sistemas de Informação: o que faz esse profissional?

O profissional de Sistemas da Informação faz a gestão fluxos de informação relacionadas a rede de computadores.

Além disso, também desenvolve sistemas de armazenamento e recuperação de dados.

Uma das principais atividades que um profissional de Sistemas de Informação atua é no desenvolvimento de softwares, projetando e desenvolvendo sistemas a partir das necessidades dos usuários.

Devido a digitalização da nossa economia, a atuação deste profissional é necessária nos mais diferentes setores e segmentos de negócios.

Desta forma, o foco do curso de Sistemas de Informação pode estar, também, na instalação e configuração dos softwares como, por exemplo, ERPs (Enterprise Resource Planning), soluções de Business Intelligence, dentre outros.

 

E como é a formação acadêmica?

Há 2 (dois) tipos de curso superior relacionados com Sistemas de Informação:

  • Bacharelado: duração de 4 anos;
  • Curso tecnológico: com duração média de 2 anos.

Já em relação à estrutura curricular, o curso é composto, principalmente, por disciplinas das áreas de Matemática, Administração e Ciências da Computação.

 

Expectativas em relação a um profissional de Sistemas de Informação

Em relação às diretrizes impostas pelo Ministério da Educação para os egressos dos cursos de Sistemas de Informação, têm-se de maneira resumida:

  • possuam sólida formação em Ciência da Computação, Matemática e Administração;
  • possam contribuir para que os sistemas de informação das organizações gerem vantagem competitiva para as mesmas;
  • sejam capazes de inovar, planejar e gerenciar a infraestrutura de tecnologia da informação em organizações;
  • possam escolher e configurar equipamentos, sistemas e programas para a solução de problemas que envolvam a coleta, processamento e disseminação de informações;
  • entendam o contexto no qual as soluções de sistemas de informação são desenvolvidas e implantadas, incluindo aspectos tanto organizacionais quanto sociais;
  • possam desenvolver pensamento sistêmico.

 

Panorama dos principais cursos no Brasil

Há várias instituições que realizam o ranqueamento das melhores Universidades/Faculdades do Brasil.

Para o curso de Sistemas de Informação, vamos trazer o ranking do MEC.

 

Critério do Ministério da Educação

Um dos critérios do Ministério da Educação é o Conceito Preliminar de Curso (CPC), que avalia a qualidade dos cursos de graduação.

Ele utiliza como critérios algumas variáveis, tais como:

  • avaliação de desempenho de estudantes;
  • valor agregado pelo processo formativo;
  • informações relativas às condições de oferta (corpo docente, infraestrutura e recursos didático-pedagógicos).

No caso de Sistemas de Informação (2017), têm-se as 10 (dez) Faculdades/Universidades melhores ranqueadas (da maior nota para a menor nota):

  • Faculdade Atenas (MG);
  • Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (RJ);
  • Universidade Vila Velha (ES);
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo (ES);
  • Faculdade Uma de Contagem (MG);
  • Universidade do Vale do Taquari (RS);
  • Centro Universitário Luterano de Palmas (TO);
  • Universidade de Franca (SP);
  • Faculdade Metropolitana da Grande Fortaleza (CE);
  • Faculdade Politécnica de Campinas (SP).

 

Mercado de trabalho para formados em Sistemas de Informação e média salarial

E sobre a atuação e a média salarial?

Calma, não vamos esquecer destas informações práticas e tão importantes para os estudantes.

Para ajudar na sua escolha, separamos aqui diversas informações atualizadas sobre atuação e média salarial.

Um profissional formado em Sistemas de Informação, como já visto, pode atuar de diversas formas no mercado de trabalho, tais como:

  • Criação de aplicativos para tablets, smartphones e computadores pessoais;
  • Análise e desenvolvimento de softwares;
  • Consultoria na área tecnológica e da segurança da informação;
  • Planejar e desenvolver sites;
  • Análise de sistemas;
  • Gestão de bancos de dados;
  • Gestão de projetos na área de Tecnologia da Informação;
  • Administração de redes.

Em relação ao salário real, de acordo com a plataforma Salario.com.br, em 2020 a média salarial foi a seguinte:

 

Analista de Desenvolvimento de Sistemas

Um Analista de Desenvolvimento de Sistemas ganha entre R$ 5.832,18 e R$ 12.654,68, sendo que a média salarial fica em torno de R$ 6.390,11 para uma jornada de trabalho de 41 horas semanais.

 

Programador de Sistemas de Informação

Já um Programador de Sistemas de Informação ganha entre R$ 5.057,24 e R$ 11.731,47, sendo que a média salarial fica em torno de R$ 5.541,04 para uma jornada de trabalho de 41 horas semanais.

 

Gostei. Como faço para ser um profissional diferenciado na área?

Ficou interessado na carreira?

Para ter sucesso nesta carreira, é necessário cursar uma Faculdade ou Universidade que seja bem renomada no mercado.

Além disso, é necessário que o profissional esteja sempre atualizado, através de cursos específicos e especializações, pois a área de Tecnologia está em constante mudança e avanço.

Ainda no caso da área de tecnologia, dominar o inglês é muito importante.

Se você quer continuar atualizado sobre as novidades, tendências e dicas para futuros profissionais da área de Tecnologia, acompanhe o Joby e nossos posts semanais.